porto-2

A ação do Terminais Portuários da Ponta do Félix pretende promover a sustentabilidade, educação e bem estar da população de Antonina

porto-1

O Terminais Portuários da Ponta do Félix (TPPF) lançou nesta terça-feira, dia 11 de julho, na sede da ADEMANDAN, em Antonina, o projeto PORTO CIDADÃO, o qual promoverá ações socioambientais, educativas, de esporte, lazer e saúde. O objetivo é propiciar o fortalecimento da relação Porto-Cidade, melhorando a qualidade de vida dos moradores da cidade de Antonina, principalmente no entorno do TPPF.

Dentre as diversas instituições contempladas, destacam-se as seguintes: Unidade Básica de saúde do Cedro, Unidade Básica de Saúde do Rio do Nunes, Unidade Básica de Saúde Central, Unidade Básica de Saúde do Bairro Alto, SAARA – Associação de Microssistema e Abastecimento de Água do Cachoeira, Associação dos moradores do rio do Nunes, Associação dos moradores da Penha II, Escola Brasílio Machado, Associação de moradores dos Bairros do Itapema e Pinheirinho, Associação de Moradores da Ponta da Pita, Associação dos Moradores do Jardim Maria Luiza e Itapema I, Patronato do Idoso de Antonina, ABEPIBA – Associação Beneficente Educacional da Primeira Igreja Batista de Antonina e ACAPRA – Comunidade de catadores, Coleta, Processamento e Armazenamento de lixo reciclável.

Para as atividades de gestão dos recursos, seleção, orientação e elaboração dos projetos, a empresa firmou parceria com a Associação de Defesa do Meio Ambiente e do Desenvolvimento de Antonina. A ADEMADAN é uma ONG que atua há 20 anos no litoral do Paraná com foco na sustentabilidade e educação ambiental. Profissionais de diversas especialidades atuarão nos programas com meta de proporcionar benefícios para aproximadamente 3 mil pessoas.

Segundo o diretor Comercial do TPPF, Cicero Simião, a Ponta do Félix mantêm uma preocupação permanente com a cidade e os moradores do entorno do Porto. “O lançamento do projeto do Porto Cidadão nos dá muito orgulho, pois a meta que temos é implementar melhorias na qualidade de vida dos colaboradores e de todas as pessoas que vivem em Antonina e dependem, direta ou indiretamente da atividade portuária para seu sustento”, comenta Cícero.

O projeto

Entre os vários programas já contemplados no PORTO CIDADÃO, destaca-se a alfabetização Tecnológica para crianças e jovens, no intuito de ensiná-los a montar e fazer a manutenção de computadores, operar softwares na área de comunicação e criar jogos como ferramenta de educação ambiental para o planejamento urbano em áreas de riscos. O objetivo é prevenir desastres, como os deslizamentos que ocorreram no município no ano de 2011.

Além disso, o TPPF foi responsável pela contratação do projeto de ciclovia que integra os municípios de Antonina e Morretes até a BR 277, visando contribuir com a modalidade urbana e atracação turística e esportiva para o litoral do Paraná.

Mais infromações nos sites www.ademadan.org.br e www.pontadofelix.com.br ou pelo telefone (41) 3431-2248.

 

Da P+G Comunicação Integrada

EnglishPortuguêsEspañol